Experimentos, teorias, incertezas, frustrações, projetos e esperanças de um estudante de jornalismo anacrônico e idiossincrático.

Dia 281

Olá! Durante alguns dias meu tracker - programa que ratreia os visitantes do blog - apontou nenhum visitante durante 4 dias seguidos. Nem eu mesmo! ¬¬'' Não percebi que o erro estava no código e fiquei sem saber se meus novos posts fizeram ou não "sucesso". Mas, não foi isso que vim falar aqui!

Durante algum tempo, provavelmente até o fim das férias, o DZC vai passar para 'beta'. Ou seja, o layout, posts e outras coisas podem mudar repentinamente. Não se assuste, não é o computador, é o Blogger mesmo.

Além de mudar completamente a forma como as tags são contruídos, o código HTML que aprendi faz algum tempo vai cair em desuso. Resumindo: Tenho que aprender tudo outra vez! E lá vem div , css e coisas assim.

No mais, comentem em posts anteriores. Aposto que ainda não leram tudo!

Dia 278

Entre os diversos pensamentos aleatórios que passam pelo meu 'cabeção' todos os dias, hoje tive uma espécie de insight disparado pela 'maldita' Sky. Na madrugada passada a referida televisão por assinatura mudou o pacote de programação sem solicitação alguma! ¬¬'' Esse disparo fez com que questionasse o modo como tenho vivido: uma pressa constante sem controle de minha própria vida, não percebendo detalhes e informações de fundamental importância - para o controle pessoal de gastos - por exemplo.

Contratos assinados regulamentam prazos inviáveis, vestibulares mal estruturados tem notas divulgadas em datas contraditórias, solicitações são realizadas sem o consentimento do proprietário, créditos nos celular expiram sem explicação alguma.
Mesmo você tendo planejado, as ações parecem que ter um ritmo próprio simplesmente incontrolável, não acha? É automático.

Você já sentiu que vive em piloto automático?

A agenda eletrônica, o TiVO e os celulares são exemplos de tecnologias que facilitam a vida diária e só Deus sabe o que faria sem alguns desses gadgets. São eles que me controlaram nesse último ano... No entanto, o que deveria ajudar, acabou por me atrapalhar algumas vezes. O sentimento de falta de tempo ainda permaneceu e acredito que - mais uma vez - a famigerada falta de foco, extensamente comentada e re-comentada todos os dias pelo meu pai, é a grande responsável. É automático.

Sou uma pessoa que sempre faz mais de uma coisa a mesmo tempo. Seja aqui na internet, ou no "mundo real". Escrever ouvindo música é fichinhal! Você já experimentou converter um vídeo, enviar outro para YouTube, atualizar seu celular, editar fotos e ler notícias no seu GoogleReader - ao mesmo tempo? É um ritual no mínimo... incomum, mas eu o faço, praticamente todos os dias. E é automático.

Então, você também sente que está vivendo em piloto automático?

Dia 277

Faz quanto tempo eu não escrevo aqui? Pelas minhas contas 88 dias! O que aconteceu? Hoje, 'semi'-véspera de Natal, mais exatamente às 03:13 da madrugada parei escrever e pensar sobre o DZC - após fazer a atualização no visual do mesmo.

Algumas respostas surgiram. Talvez os objetivos por mim buscados nesse blog não foram atingidos satisfatoriamente. Talvez a falta de tempo tenha me limitado a escrever. Talvez o 'não-foco' tenha sido o principal problema. Todas essas suposições têm sua razão, no entanto, acredito que existe um motivo maior para esse projeto ainda não ter deslanchado e é ele que tentarei explicar agora.

Pelo que conheço das pessoas que me cercam, a grande maioria me vêem como uma pessoa essencialmente criativa. Me sentia, e ainda me sinto - em certa medida, pressionado a escrever/fazer/produzir/inventar coisas interessantes. Entretanto o medo de não atender às espectativas acaba por me prender em um ciclo vicioso: se faço corro risco de errar, se erro me sinto culpado. Porém, a culpa ainda vem se não faço. O que fazer? Qual é a chave?

Ainda não possuo resposta. Mas, não vai ser a cobrança (ex)[in]terna que vai me impedir mais. É hora de agir.