Experimentos, teorias, incertezas, frustrações, projetos e esperanças de um estudante de jornalismo anacrônico e idiossincrático.

Notícias da cidade grande

Turma 2011 do Curso Abril - eu estou bem no canto direito superior
Fazem quase duas semanas que vim para São Paulo, meu novo lar. Cheguei dia 25, mas foi no último 27 de janeiro que começou o Curso Abril de Jornalismo, programa de treinamento da Editora Abril que abre suas portas para recém graduados de vários cursos, mas especializados em design, vídeo, texto, fotografia e claro - mídias digitais, área essa onde eu fui convocado.

Esses primeiros dias de curso estão sendo muito interessantes, com palestras que vem desafiando algumas verdades absolutas que a gente vai se apegando ao longo da graduação.

Em contraposição, há também as figuras clássicas do mundo da grande mídia, sempre na defesa dos padrões, do respeito às regras e aos modelos de negócios, que quem me acompanhou por esse blog sabe que estão fadados a serem substituídos.

Entre palestras, oficinas e muita conversa na sala de redação e no auditório reservado para o curso, nós alunos fomos divididos em dez grupos que devem cumprir missões para revistas da casa. Tem de tudo: rede social de nicho, aplicativo para iPad, proposta de nova revista, infografia...

Vou confessar que só me empolguei com minha missão - ou entendi de verdade, ainda estou decidindo comigo mesmo -  na reunião de ontem com a Cláudia Vassalo, orientadora do meu grupo e diretora de redação do núcleo Exame: que envolve a revista de negócios, o site e a revista PME - para pequenos e médios empresários.

Não posso dar detalhes, porque se não perde a graça quando for lançado no mercado (força no pensamento positivo! hehe), não é? Mas, em resumo vamos propor novas funções e ideias para os apps das marcas desse núcleo em tablets! \o/ No caso, iPads. É.. Jobs, you won! For now...


Uma outra coisa bem legal que está acontecendo também no curso esse blog aí de cima. Tenho orgulho de falar que fui eu, em parceria com meu grande amigo Micael Silva, que demos vida ao projeto pedido a mim pelo Edward Pimenta no fim do ano passado.

Operamos milagres usando o Posterous e Google AppEngine para fazer o projeto decolar e agora os colaboradores e orientadores estão acompanhando o dia a dia do curso por meio de fotos, vídeos e postagens (sem acesso público, por enquanto) publicadas pelos alunos. Tem ainda a câmera ao vivo (!) ligada na redação, que tem feito sucesso. #bbbfeelings

A seguir um vídeo que fiz com imagens dos meus colegas e da redação do curso, que foi publicado no blog interno e que trago aqui para compartilhar com vocês.



Fala aí o que achou!

comentários gerenciados pelo Disqus